Suinocultura

CCJ da Assembleia aprova Projeto para controle de javalis

2 de abril de 2024
Compartilhe

Um passo significativo na conservação ambiental e na segurança agrícola foi dado nesta terça-feira (02) com a aprovação do Projeto de Lei 417/2023 pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A iniciativa conjunta dos deputados Capitão Martim e Delegado Zucco, do Republicanos, contou com o parecer favorável do deputado Cláudio Tatsch (PL).

A proposta visa instituir medidas eficazes para o controle e manejo de espécies exóticas invasoras, como o javali, que representam uma ameaça crescente ao meio ambiente, à agricultura, à pecuária e à saúde pública do estado.

Impulso Fundamental para a Sustentabilidade Ambiental no RS

O PL 417/2023 representa uma solução crucial para a preservação da biodiversidade e a sustentabilidade ambiental no Rio Grande do Sul. A legislação proposta permite intervenções direcionadas para controlar populações de espécies exóticas nocivas, buscando reduzir seus impactos negativos no ecossistema, na economia local e na saúde da comunidade.

“O avanço descontrolado de espécies como o javali em nossas áreas rurais e até urbanas exige uma ação imediata do governo. Precisamos proteger nossos agricultores e a população em geral,” enfatiza o deputado Capitão Martim, destacando a importância do projeto.

Consequências Alarmantes e a Necessidade de Ação Urgente

A ausência de controle adequado sobre as espécies exóticas resultou em prejuízos significativos para o Rio Grande do Sul, abrangendo a destruição de culturas agrícolas, a transmissão de doenças como a peste suína africana e a raiva, e o desequilíbrio ecológico provocado pela competição com espécies nativas por recursos.

Diante dos danos já observados e dos riscos potenciais, a aprovação do PL 417/2023 representa um marco vital. “É fundamental perceber a urgência desta legislação e ajam prontamente para prevenir danos maiores ao nosso meio ambiente, economia e saúde pública”, ressalta o deputado Martim.

Mobilização para a Proteção do Rio Grande do Sul

O apoio à iniciativa não vem apenas dos legisladores estaduais, mas é apoiada fortemente entre os produtores rurais que enfrentam prejuízos e inseguranças devido aos impactos das espécies invasoras. O avanço do PL 417/2023 é visto como uma resposta efetiva a essas preocupações, abrindo caminho para uma nova fase de gestão ambiental e proteção da diversidade biológica no Rio Grande do Sul.

“Ao aprovar a tramitação deste projeto pela CCJ, é essencial que nos unamos para assegurar sua aprovação no Parlamento. A preservação do nosso meio ambiente, o fortalecimento da nossa economia e a proteção da saúde da nossa população exigem um compromisso coletivo. Estamos atuando para garantir um futuro mais seguro e sustentável para o Rio Grande do Sul,” conclui Capitão Martim, projetando um futuro esperançoso e sustentável para o estado.

Fonte: Al-RS

Cotação semanal

Dados referentes a semana 19/04/2024

Suíno Independente kg vivo

R$ 6,04

Farelo de soja à vista tonelada

R$ 1.950,00

Casquinha de soja à vista tonelada

R$ 950,00

Milho Saca

R$ 58,00
Ver anteriores

Preço base - Integração

Atualizado em: 24/04/2024 14:00

AURORA* - base suíno gordo

R$ 5,40

AURORA* - base suíno leitão

R$ 5,50

Cooperativa Majestade*

R$ 5,30

Dália Alimentos* - base suíno gordo

R$ 5,40

Dália Alimentos* - base leitão

R$ 5,50

Alibem - base creche e term.

R$ 4,40

Alibem - base suíno leitão

R$ 5,25

BRF

R$ 5,35

Estrela Alimentos - creche e term.

R$ 4,40

Estrela Alimentos - base leitão

R$ 5,45

JBS

R$ 5,30

Pamplona* base term.

R$ 5,30

Pamplona* base suíno leitão

R$ 5,40
* mais bonificação de carcaça Ver anteriores

Parceiros da Suinocultura Gaúcha

Parceria