Orientações | Doença de Aujeszky

Documento para a sua granja

De acordo com a equipe técnica da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), é importante seguir algumas recomendações para evitar que a doença se alastre.

CLIQUE AQUI, baixe o arquivo e imprima para distribuir na sua granja com as instruções de sanidade e os sinais clínicos da Doença de Aujeszky.

Histórico da doença

Foi descrita pela primeira vez em 1813, em um rebanho de bovinos nos Estados Unidos e se caracterizava por um intenso prurido, recebendo o nome de peste do coçar. Em outras espécies, como cães e gatos, sinais nervosos fizeram com que a doença fosse confundida com a raiva. Já, em 1902, o pesquisador húngaro Aladar Aujeszky demonstrou, por meio da infecção experimental em coelhos, não se tratar de raiva e, a partir de então, a doença passou a ser denominada de pseudoraiva ou Doença de Aujeszky (DA).

O Brasil não é considerado livre da doença, pois em 2018 houve ocorrência de um foco no estado do Paraná. E, recentemente, em dezembro de 2022, ocorreu foco em uma propriedade no município de São Gabriel (RS), envolvendo 46 suínos de criação de subsistência. Nesta última ocorrência, após a confirmação do caso pelo MAPA (Laboratório Federal de Defesa Agropecuária, Pedro Leopoldo-MG), o Serviço Veterinário Oficial do Rio Grande do Sul procedeu com o sacrifício sanitário dos animais, despovoamento e desinfecção da propriedade. Houve também a realização de vigilância para rastrear a presença do vírus em um raio de 5 km, onde foram coletadas 641 amostras e encaminhadas para o laboratório credenciado do Rio Grande do Sul (IPVDF) e o laboratório oficial (LFDA-MG). As investigações foram finalizadas e não foi encontrada a presença do vírus nas amostras avaliadas.

Fonte: ABCS.

(Atualizado em: 17.02.2023)

Cotação semanal

Dados referentes a semana 19/04/2024

Suíno Independente kg vivo

R$ 6,04

Farelo de soja à vista tonelada

R$ 1.950,00

Casquinha de soja à vista tonelada

R$ 950,00

Milho Saca

R$ 58,00
Ver anteriores

Preço base - Integração

Atualizado em: 24/04/2024 14:00

AURORA* - base suíno gordo

R$ 5,40

AURORA* - base suíno leitão

R$ 5,50

Cooperativa Majestade*

R$ 5,30

Dália Alimentos* - base suíno gordo

R$ 5,40

Dália Alimentos* - base leitão

R$ 5,50

Alibem - base creche e term.

R$ 4,40

Alibem - base suíno leitão

R$ 5,25

BRF

R$ 5,35

Estrela Alimentos - creche e term.

R$ 4,40

Estrela Alimentos - base leitão

R$ 5,45

JBS

R$ 5,30

Pamplona* base term.

R$ 5,30

Pamplona* base suíno leitão

R$ 5,40
* mais bonificação de carcaça Ver anteriores

Parceiros da Suinocultura Gaúcha

Parceria