Suinocultura

Para abordar os desafios referentes aos custos de produção, ABCS realizará Seminário de Mercado

3 de maio de 2021
Compartilhe

Na suinocultura os valores investidos na alimentação dos suínos, que é constituída majoritariamente por milho e farelo de soja, representam cerca de 75% de todos os custos de produção. O mercado tem acompanhado o crescente cenário de alta nos valores desses insumos desde o ano de 2020. Impactados por diversos fatores, entre eles a alta do dólar frente ao real e o crescimento das exportações de grãos, o milho e a soja têm batido recordes de preços, o que tem encarecido a produção de suínos e preocupado suinocultores. Pensando nesses desafios, a ABCS trouxe como proposta para o ano de 2021, a elaboração de um Seminário de Mercado.

Com o nome “Mercado de Grãos: Caminhos para redução de custos de produção”, o seminário tem como objetivo sensibilizar e orientar os produtores e lideranças da suinocultura sobre a importância de atuar de forma estratégica e proativa na compra de insumos para ração, como questão fundamental da sustentabilidade do negócio. Para isso a ABCS preparou palestras com especialistas no mercado que vão mostrar como aumentar a rentabilidade dos produtores em um cenário cada vez mais competitivo. O presidente da ABCS, Marcelo Lopes, explica que a entidade busca auxiliar os produtores, para que eles possam se fortalecer no futuro. “Nosso público alvo são produtores de suínos independentes, integrados e cooperados que compram insumos para ração. Além de lideranças da suinocultura que poderão melhorar os mecanismos de gestão dos custos de insumos, visando aumentar a rentabilidade. O problema da suinocultura em relação a compra de insumos é cíclico e precisamos estar preparados.”

O consultor de mercado da ABCS, Iuri Pinheiro Machado, avalia que dada a importância dos custos de produção no orçamento geral da atividade, comprar bem os insumos é tão importante quanto obter produtividade na granja. “A compreensão da dinâmica do mercado de grãos e saber operar neste mercado de forma proativa e antecipada são pontos chave para se manter na atividade com margens financeiras que determinem a sustentabilidade econômica da granja.” Ele explica também que até um passado recente bastava se planejar para comprar os insumos na baixa, o que normalmente ocorria na época de colheita. “Porém, em função das mudanças do mercado nos últimos anos, está cada vez mais difícil adquirir o grão na ‘boca da colheitadeira’. É preciso conhecer a dinâmica do mercado de grãos e acompanhar sistematicamente os movimentos deste mercado com estratégias racionais de antecipação da compra. Este seminário, sem dúvida, trará ferramentas para o produtor independente gerir a compra dos insumos, com menos risco e mais eficácia.”

Treinamentos

Os treinamentos serão divididos em palestra magna de abertura e quatro módulos e abordarão o papel da  Política Agrícola no crescimento e na sustentabilidade da agropecuária brasileira, o papel das instituições financeiras nas operações de crédito e no mercado futuro, leilões da Conab e ferramentas e estratégias para o suinocultor atuar no mercado futuro de grãos, com palestrantes convidados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Bolsa Brasileira de Mercadorias, Banco do Brasil, MB Agro e da empresa de desenvolvimento estratégico, Germinare Agro.

A palestra de abertura, a se realizar no dia 11 de maio, contará com o especialista em mercado da MBAgro, Alexandre Mendonça de Barros, que falará sobre desafios para as cadeias consumidoras de milho e soja e a importância dos indicadores na tomada de decisão. O objetivo é mostrar para os participantes, de forma clara, que o mercado de grãos mudou e quais são os fatores nacionais e mundiais que influenciam hoje na formação de preço do milho e farelo de soja, ajudando assim o produtor de suínos a poder reduzir esse impacto no seu custo de produção.

Programação de eventos

  • 11/05 – Palestra Magna com Alexandre Mendonça de Barros (Desafios para as cadeias consumidoras de milho e soja e a importância dos indicadores na tomada de decisão)
  • 18/05 – Palestra com a equipe técnica da MAPA (O papel da Política Agrícola no crescimento e na sustentabilidade da agropecuária brasileira)
  • 25/05 – Palestra com as instituições financeiras (O papel das instituições financeiras nas operações de crédito e no mercado futuro)
  • 01/06 – Palestra com representantes da CONAB (Leilões para você: um novo formato para a Conab atender o suinocultor
  • 08/06 -– Palestra com representantes de empresas que operam no mercado financeiro (Ferramentas e Estratégias para o suinocultor atuar no mercado futuro de grãos)

Inscreva-se! https://abcsagro.link/mercado 

Fonte: ABCS

Cotação semanal

Dados referentes a semana 07/05/2021

Suíno Independente kg vivo

R$ 7,40

Farelo de soja à vista tonelada

R$ 2.485,00

Casquinha de soja à vista tonelada

R$ 1.170,00

Milho Saca

R$ 95,75
Ver anteriores

Preço base - Integração

Atualizado em: 11/05/2021 14:00

AURORA* base suíno gordo

R$ 5,90

AURORA* base suíno leitão

R$ 6,00

Dália alimentos

R$ 5,60

Cooperativa Languiru

R$ 5,60

Cooperativa Majestade*

R$ 5,90

Alibem - base suíno leitão

R$ 5,80

Alibem - base creche e terminação

R$ 5,10

JBS

R$ 5,60

BRF

R$ 5,70

Pamplona* base terminação

R$ 5,90

Pamplona* base suíno leitão

R$ 6,00
* mais bonificação de carcaça Ver anteriores

Parceiros da Suinocultura Gaúcha

Parceria