Agronegócio

Soja: com alta do dólar e procura externa firme, liquidez aumenta e preços sobem no Brasil

25 de outubro de 2021
Compartilhe

O ritmo de negociações envolvendo a soja melhorou nos últimos dias, tanto no spot nacional quanto para entrega nas temporadas 2021/22 e 2022/23.

Segundo pesquisadores do Cepea, esse aquecimento esteve atrelado ao aumento da demanda externa (especialmente da China) e às valorizações dos contratos na CME Group (Bolsa de Chicago) e do dólar frente ao Real.

Diante disso, os preços da soja voltaram a subir no mercado nacional e praticamente recuperaram as perdas da primeira quinzena do mês. Entre 15 e 22 de outubro, os Indicadores ESALQ/BM&FBovespa – Paranaguá e CEPEA/ESALQ – Paraná registraram expressivas altas de 3,6% e de 2,5%, com respectivos fechamentos a R$ 174,62/sc e a 170,58/sc de 60 kg.

Ressalta-se que, até o dia 15 deste mês, os Indicadores acumulavam quedas de 4% e de 3%, e com as recentes altas, ambos passaram a apresentar pequena baixa de 0,55%.

 

Fonte: Cepea

Cotação semanal

Dados referentes a semana 26/11/2021

Suíno Independente kg vivo

R$ 6,84

Farelo de soja à vista tonelada

R$ 2.116,17

Casquinha de soja à vista tonelada

R$ 1.182,50

Milho Saca

R$ 85,50
Ver anteriores

Preço base - Integração

Atualizado em: 29/11/2021 15:00

AURORA* base suíno gordo

R$ 5,70

AURORA* base suíno leitão

R$ 5,80

Cooperativa Languiru

R$ 5,70

Cooperativa Majestade*

R$ 5,70

Dália Alimentos

R$ 5,90

Alibem - base creche e term.

R$ 4,70

Alibem - base suíno leitão

R$ 5,70

BRF

R$ 5,60

Estrela Alimentos - creche e term.

R$ 4,80

Estrela Alimentos - base leitão

R$ 5,75

JBS

R$ 5,60

Pamplona* base term.

R$ 5,70

Pamplona* base suíno leitão

R$ 5,80
* mais bonificação de carcaça Ver anteriores

Parceiros da Suinocultura Gaúcha

Parceria