Agronegócio

Vigilância de fronteira e participação do produtor na pauta de evento sobre febre aftosa

9 de junho de 2021
Compartilhe

Depois da certificação de Área Livre de Febre Aftosa sem Vacinação, pela OIE, o Rio Grande do Sul prossegue na agenda de divulgar ações e intensificar a vigilância agropecuária, para garantir a manutenção do status sanitário. Por isso, nesta quinta-feira (10), será realizado o II Fórum Estadual de Vigilância para a Febre Aftosa. O evento virtual começa às 14h, nos canais do Youtube e Facebook da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural.

Os temas da programação foram escolhidos entre as principais dúvidas do setor produtivo sobre a nova condição que o Rio Grande do Sul alcançou. “Sempre soubemos que a retirada da vacinação significaria uma substituição de ações. Agora partimos para garantir o apoio do produtor na vigilância do seu rebanho e a notificação de qualquer suspeita”, afirma o presidente do Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal do RS, Rogério Kerber, que também falará no evento.

Os crimes transfronteiriços e a vigilância nas regiões de fronteira também estarão na pauta, com a palestra de especialistas da Brigada Militar, da Polícia Federal e da coordenação do Programa Sentinela. A responsabilidade do produtor será tema de palestra de representante da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e o papel do Fundesa na Emergência Sanitária será abordado pelo presidente Kerber.

O evento contará com espaços para perguntas e respostas através do chat das redes sociais. Abaixo os links para assistir e a programação.

PELO YOUTUBE: CLIQUE AQUI
PELO FACEBOOK: CLIQUE AQUI

II FÓRUM ESTADUAL DE VIGILÂNCIA PARA A FEBRE AFTOSA

PROGRAMAÇÃO

14h abertura

GERALDO DE MORAES – MINISTÉRIO DA AGRICULTURA
“O Processo de Reconhecimento do RS para Zona Livre de Febre Aftosa sem Vacinação”
14h25 – Painel Segurança de Fronteira

MAJOR VANESSA PERIPOLLI – BRIGADA MILITAR
“Ações de campo no combate aos crimes transfronteiriços”

DELEGADO ALESSANDRO MACIEL LOPES – POLÍCIA FEDERAL (RS)
“Crime Transfronteiriço e as implicações penais”

MÉD. VET. FRANCISCO LOPES – SEAPDR
“Programa Sentinela”
15h30 – Painel Responsabilidade Compartilhada

MÉD.VET. LILIAN FIGUEIREDO – CONF. DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO BRASIL (CNA)
“O papel do setor privado na manutenção do status sanitário”

ROGÉRIO KERBER – FUNDESA-RS
“O papel do Fundesa na emergência sanitária”

Fonte: Thais D'Avila

Cotação semanal

Dados referentes a semana 18/06/2021

Suíno Independente kg vivo

R$ 7,12

Farelo de soja à vista tonelada

R$ 2.150,00

Casquinha de soja à vista tonelada

R$ 1.300,00

Milho Saca

R$ 85,00
Ver anteriores

Preço base - Integração

Atualizado em: 23/06/2021 14:00

AURORA* base suíno gordo

R$ 5,90

AURORA* base suíno leitão

R$ 6,00

Cooperativa Languiru

R$ 5,70

Cooperativa Majestade*

R$ 5,70

Dália alimentos

R$ 5,70

Alibem - base creche e terminação

R$ 4,90

Alibem - base suíno leitão

R$ 5,70

BRF

R$ 5,70

Estrela Alimentos - creche e terminação

R$ 4,80

Estrela Alimentos - leitão

R$ 5,85

JBS

R$ 5,60

Pamplona* base terminação

R$ 5,90

Pamplona* base suíno leitão

R$ 6,00
* mais bonificação de carcaça Ver anteriores

Parceiros da Suinocultura Gaúcha

Parceria