Agronegócio

Atraso na colheita e quebra da safrinha causam lentidão nas exportações de milho

20 de julho de 2021
Compartilhe

De acordo com informações da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Governo Federal, divulgadas na segunda-feira (19), as exportações de milho não moído, exceto milho doce nos 12 dias úteis de julho seguem em ritmo lento.

Segundo o analista da SAFRAS & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, a vagarosidade nos embarques reflete a situação da safrinha brasileira, que está atrasada (a colheita deve ganhar ritmo no na virada para agosto) e também pela quebra causada pelas intempéries climáticas.

“O mercado doméstico vai ter que competir com o exportador. A exportação em julho não deve ter muitos avanços, até pela situação no mercado doméstico, que vai demandar bastante”, disse.

A receita obtida com as exportações de milho por enquanto neste mês, US$ 116.228,913, representa 18,4% do montante obtido em todo julho de 2020, que foi de US$ 633.360,444. No caso do volume embarcado, as 523.906,464 toneladas são 13% do total exportado em julho do ano passado, quantia de 3.979.224,163 toneladas.

O faturamento por média diária neste início de julho, US$ 9.685,742, foi 64,83% inferior do que julho do ano passado. Em comparação à semana anterior, houve aumento de de 110%.

No caso das toneladas por média diária, foram 43.658,872, recuo de 74,77% no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Quando comparado ao resultado para o quesito na semana anterior, observa-se alta de 98,6%.

Já o preço pago por tonelada, US$ 221,850 foi 39,38% superior ao praticado em julho do ano passado. Em relação ao valor registrado na semana anterior, houve avanço de 5,7%.

Fonte: Notícias Agrícolas

Cotação semanal

Dados referentes a semana 30/07/2021

Suíno Independente kg vivo

R$ 6,79

Farelo de soja à vista tonelada

R$ 2.333,30

Casquinha de soja à vista tonelada

R$ 1.575,00

Milho Saca

R$ 97,33
Ver anteriores

Preço base - Integração

Atualizado em: 04/08/2021 14:00

AURORA* base suíno gordo

R$ 5,90

AURORA* base suíno leitão

R$ 6,00

Cooperativa Languiru

R$ 5,70

Cooperativa Majestade*

R$ 5,70

Dália alimentos

R$ 5,60

Alibem - base creche e terminação

R$ 4,90

Alibem - base suíno leitão

R$ 5,70

BRF

R$ 5,70

Estrela Alimentos - creche e terminação

R$ 4,80

Estrela Alimentos - leitão

R$ 5,85

JBS

R$ 5,60

Pamplona* base terminação

R$ 5,90

Pamplona* base suíno leitão

R$ 6,00
* mais bonificação de carcaça Ver anteriores

Parceiros da Suinocultura Gaúcha

Parceria