safras

CÂMBIO: Reabertura chinesa aumenta apetite ao risco e fortalece real

23 de maio de 2022
Compartilhe

Porto Alegre, 23 de maio de 2022 – O dólar opera em queda, como rumo
definido. O driver de hoje segue sendo a China, que com a gradual abertura de
suas cidades faz com que os ativos de risco ganhem força.

Segundo o head de análise macroeconômica da GreenBay Investimentos, Flávio
Serrano, “as moedas emergentes performam bem, em especial o real, que é
beneficiado pelo preço das commodities, as taxas de juros convidativas e a
melhora da percepção fiscal doméstica, com recordes de arrecadação tanto no
âmbito estadual quanto no federal”.

Serrano acredita que o Brasil é beneficiado pela reabertura da China, que é
um dos principais parceiros econômicos do país, e que o valor do dólar está
dentro do esperado: “A partir de agora é mais difícil prever para onde ele
vai”, opina.

Para o sócio fundador da Pronto! Invest, Vanei Nagem, “a Europa sinalizando
o aumento dos juros retém euro e enfraquece o dólar”.

Nagem também atribui este cenário favorável não apenas ao real, mas
também às outras emergentes, e entende que caso o quadro não se altere a
moeda estadunidense pode atingir R$ 4,60.

De acordo com boletim da Ajax Capital, os “ativos devem acompanhar
movimentos externos. Lá fora, possível redução tarifas de importação sobre
produtos chineses aumentaram o apetite à risco”.

Há pouco, o dólar comercial caía 1,25%, cotado a R$ 4,8100 para venda. No
mercado futuro, o contrato da moeda norte-americana com vencimento em junho de
2022 recuava 1,49%, cotado a R$ 4.821,00.

As informações partem da Agência CMA.

Revisão: Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2022 – Grupo CMA

Cotação semanal

Dados referentes a semana 01/07/2022

Suíno Independente kg vivo

R$ 6,46

Farelo de soja à vista tonelada

R$ 2.666,66

Casquinha de soja à vista tonelada

R$ 1.275,00

Milho Saca

R$ 88,67
Ver anteriores

Preço base - Integração

Atualizado em: 05/07/2022 14:00

AURORA* base suíno gordo

R$ 5,10

AURORA* base suíno leitão

R$ 5,20

Cooperativa Languiru

R$ 5,20

Cooperativa Majestade*

R$ 5,10

Dália Alimentos

R$ 5,20

Alibem - base creche e term.

R$ 4,10

Alibem - base suíno leitão

R$ 5,20

BRF

R$ 5,10

Estrela Alimentos - creche e term.

R$ 4,10

Estrela Alimentos - base leitão

R$ 5,15

JBS

R$ 5,10

Pamplona* base term.

R$ 5,10

Pamplona* base suíno leitão

R$ 5,20
* mais bonificação de carcaça Ver anteriores

Parceiros da Suinocultura Gaúcha

Parceria