Agronegócio

Consumo de carne reduziu estoques e pode estimular nova rodada de alta na arroba do boi

14 de outubro de 2020
Compartilhe

O final de semana prolongado contribuiu para redução dos estoques de carne bovina no varejo, a expectativa é que as referências da arroba do boi registrem novas valorizações nesta semana. Já ocorreram negócios nesta semana a R$ 265,00/@ na praça paulista e no estado do Pará tem negócios acima deste patamar.

Segundo o Analista da AgroAgility, Gustavo Figueiredo, a falta de animais é o que está causando uma pressão altista sobre o valor do boi gordo. “Mesmo com a tendência de uma maior oferta de animais no mercado em outubro, por conta do confinamento, a pressão ainda segue altista no mercado”, afirma.

O analista aponta que a retomada da economia está contribuindo para o escoamento da carne no mercado doméstico. “Eu achei que fosse ter um período econômico muito ruim e desafiador e os preços da arroba não teria um viés de alta, mas o governo agiu muito rápido e tivemos uma seca severa que impulsionou as cotações do boi”, destaca.

Apesar dos preços da arroba estar elevados, é importante levar em conta que os valores da reposição estão altos e que o milho na Bolsa Brasileira (B3) está sendo negociado a R$ 70,00 por saca. “A alta dos insumos não impacta nos animais que estão sendo abatidos nesta semana, já que as compras foram feitas nos meses passados”, reporta.

Fonte: Notícias Agrícolas / Avisite

Cotação semanal

Dados referentes a semana 16/10/2020

Suíno Independente kg vivo

R$ 8,20

Farelo de soja à vista tonelada

R$ 2.470,00

Farelo de soja 30 dias tonelada

R$ 2.490,00

Milho Saca

R$ 69,33
Ver anteriores

Parceiros da Suinocultura Gaúcha

Parceria