Agronegócio

Custos de produção de frangos de corte e de suínos têm leve alta em abril

31 de maio de 2024
Compartilhe

Os custos de produção de suínos e de frangos de corte tiveram leve alta no mês de abril nos estados líderes em produção e exportação segundo os estudos registrados pela Embrapa Suínos e Aves em sua Central de Inteligência de Aves e Suínos (embrapa.br/suínos-e-aves/cias).

No Paraná, o custo de produção do quilo do frango de corte foi de R$ 4,28, alta de 0,1% em relação a março. O acumulado no ano é de -3,1% e nos últimos doze meses de -14,1%, com o ICPFrango chegando aos 330,95 pontos. O custo com rações apresentou queda de -0,3% no mês, mas compensados pelo aumento dos custos com pintos de um dia e juros sobre capital para investimento. A ração foi o principal item de custo com participação de 66,1%, enquanto que genética e juros sobre capital investido representavam 15,4% e 3,3% do custo total, respectivamente.

Já o custo de produção por quilo de suíno vivo em Santa Catarina foi de R$ 5,63, alta de 0,2% em relação a março. O acumulado no ano é de -9,3% e nos últimos doze meses de -12,3%, com o ICPSuíno chegando aos 321,85 pontos. O custo com rações e os juros sobre capital de giro e para investimento foram determinantes, com participação de 72,9% e 7,2% do custo total, respectivamente.

Os custos tiveram comportamentos diferentes no mês de abril nos estados da região Sul. Além dos aumentos acima relatados, também tiveram alta os custos de produção de suínos no Paraná. Por outro lado, as duas criações no Rio Grande do Sul e a produção de frangos em Santa Catarina apresentaram queda nos custos.

Os estados de Santa Catarina e Paraná são usados como referência nos cálculos dos Índices de Custo de Produção (ICPs) da CIAS por serem os maiores produtores nacionais de suínos e de frangos de corte, respectivamente. Entretanto, na CIAS estão disponíveis estimativas para outros estados brasileiros. Essas informações têm por objetivo servir como indicador da evolução dos custos desses setores produtivos. É importante destacar que avicultores e suinocultores devem acompanhar a evolução dos seus próprios custos de produção.

Aplicativo Custo Fácil – O aplicativo da Embrapa agora permite gerar relatórios dinâmicos das granjas, do usuário e das estatísticas da base de dados. Os relatórios permitem separar as despesas dos custos com mão de obra familiar. O Custo Fácil está disponível de graça para aparelhos Android, na Play Store do Google.

Planilha de custos do produtor – Produtores de suínos e de frango de corte integrados podem usar na gestão da granja a planilha eletrônica feita pela Embrapa. A planilha pode ser baixada de graça no site da CIAS.

Fonte: Embrapa Suínos e Aves

Cotação semanal

Dados referentes a semana 21/06/2024

Suíno Independente kg vivo

R$ 6,80

Farelo de soja à vista tonelada

R$ 2.221,67

Casquinha de soja à vista tonelada

R$ 1.300,00

Milho Saca

R$ 63,50
Ver anteriores

Preço base - Integração

Atualizado em: 21/06/2024 14:00

AURORA* - base suíno gordo

R$ 5,40

AURORA* - base suíno leitão

R$ 5,50

Cooperativa Majestade*

R$ 5,40

Dália Alimentos* - base suíno gordo

R$ 5,40

Dália Alimentos* - base leitão

R$ 5,50

Alibem - base creche e term.

R$ 4,55

Alibem - base suíno leitão

R$ 5,40

BRF

R$ 5,35

Estrela Alimentos - creche e term.

R$ 4,40

Estrela Alimentos - base leitão

R$ 5,45

JBS

R$ 5,30

Pamplona* base term.

R$ 5,40

Pamplona* base suíno leitão

R$ 5,50
* mais bonificação de carcaça Ver anteriores

Parceiros da Suinocultura Gaúcha

Parceria