Suinocultura

Suíno vivo: mercado com viés de alta na semana

20 de abril de 2017
Compartilhe

Os preços do suíno vivo estão com viés de alta no mercado nacional. Nesta semana, algumas praças já relataram recuperação nas cotações, enquanto outras indicaram estabilidade, mas informando que os negócios estão firmes. Segundo a ACCS (Associação Catarinenses de Criadores de Suínos), os produtores no Estado esperam que com o fim do período da Quaresma, novos reajustes possam ocorrer. Também em São Paulo, a APCS (Associação Paulista dos Suinocultores) informou que desde o final da semana passada o volume de vendas no varejo melhorou e, devem possibilitar reajustes no preço do animal vivo.

Para o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) além das temperaturas mais amenas, que favorecem o consumo de carne suína, o fim da Quaresma deve contribuir para consolidar os reajustes de preços nos próximos dias, segundo expectativas de agentes do setor. Na visão do analista, Allan Maia, da Safras & Mercado, “o movimento de retração no preço perdeu intensidade nos últimos dias e, até o começo da semana que vem, pode haver até mesmo uma alta eventual nas cotações em alguns estados”.

Cotação semanal

Dados referentes a semana 23/02/2024

Suíno Independente kg vivo

R$ 6,25

Farelo de soja à vista tonelada

R$ 1.971,67

Casquinha de soja à vista tonelada

R$ 950,00

Milho Saca

R$ 58,25
Ver anteriores

Preço base - Integração

Atualizado em: 26/02/2024 14:00

AURORA* - base suíno gordo

R$ 5,30

AURORA* - base suíno leitão

R$ 5,40

Cooperativa Majestade*

R$ 5,30

Dália Alimentos* - base suíno gordo

R$ 5,30

Dália Alimentos* - base leitão

R$ 5,40

Alibem - base creche e term.

R$ 4,40

Alibem - base suíno leitão

R$ 5,25

BRF

R$ 5,35

Estrela Alimentos - creche e term.

R$ 4,24

Estrela Alimentos - base leitão

R$ 5,25

JBS

R$ 5,30

Pamplona* base term.

R$ 5,20

Pamplona* base suíno leitão

R$ 5,30
* mais bonificação de carcaça Ver anteriores

Parceiros da Suinocultura Gaúcha

Parceria