Agronegócio

Soja opera estável em Chicago nesta quarta-feira

14 de outubro de 2020
Compartilhe

O mercado da soja opera com estabilidade nesta manhã de quarta-feira (14) na Bolsa de Chicago. Os futuros da commodity, por volta de 7h30 (horário de Brasília), subiam entre 0,25 e 2,25 pontos nos principais contratos, com o novembro sendo cotado a US$ 10,46 e o janeiro a US$ 10,49 por bushel.

As cotações reagem bem ao forte avanço da colheita norte-americana, com números divulgados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) no final da tarde de ontem.

A área de soja já colhida nos EUA chegou, até o último domingo (11), a 61%, enquanto o mercado esperava algo entre 50% e 51%. Na semana passada eram 38%; em 2019 23% e a média para o período, 42%.

“Provavelmente, a pressão sazonal da entrada da safra nova americana já foi precificada. Com isso, o mercado passa a focar no atraso do plantio no Brasil e no risco climático (La Nina) na América do Sul”, explica Steve Cachia, consultor de mercado da Cerealpar e da TradeHelp.

Paralelamente, ainda segundo o especialista, os próximos dias deverão ser de movimentação técnica, com os traders esperando por novas informações que possam movimentar os preços. “Os altistas esperam um sinal para levar as cotações futuras a marca psicológica de US$ 11,00 por bushel”, diz.

Fonte: Avisite

Cotação semanal

Dados referentes a semana 16/10/2020

Suíno Independente kg vivo

R$ 8,20

Farelo de soja à vista tonelada

R$ 2.470,00

Farelo de soja 30 dias tonelada

R$ 2.490,00

Milho Saca

R$ 69,33
Ver anteriores

Parceiros da Suinocultura Gaúcha

Parceria